Karla

karla nomade

Nomade

Filme brasileiro “Meu nome é Bagdá” é premiado na Berlinale

Um dos 19 filmes brasileiros que estão na Berlinale 2020, meu nome é Bagdá da diretora Caru Alves de Souza, recebeu com unanimidade o prêmio do júri de melhor filme na mostra Generation

“Fomos unânimes na escolha do nosso filme vencedor, uma fatia de liberdade generosa e abrangente, repleta de belas amizades, música, movimento e solidariedade em ação. Era impossível não ser conquistada pela protagonista titular e sua comunidade, e impossível esquecer o clímax glorioso e cheio de poder deste filme. Aqui está a prova de que a vida pode não nos proporcionar milagres, mas podemos superar todos os obstáculos se seguirmos nossa paixão.”

Generation é uma mostra dedicada ao público jovem, portanto tem um programa abrangente de filmes contemporâneos que explora a vida e o mundo de crianças e adolescentes.

O filme brasileiro premiado nesta mostra,  retrata o cotidiano de uma menina skatista na Freguesia do Ó, em São Paulo. 

Caru que frequentou as pistas de skate na década de 1990, percebeu o quanto o ambiente dos skatistas mudou com o passar dos anos. Como por exemplo, o crescimento da participação feminina. Ela recebeu muitas contribuições para o filme “Meu nome é Bagdá” — inclusive parte do elenco.

 

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 13 =

Recent posts

COMO VIAJAR DE FORMA SUSTENTÁVEL

Hi there! Join the nomadic soul tribe!

Subscribe to my newsletter and get exclusive sustainable travel tips!