Karla

karla nomade

Nomade

Strandkorb – as cadeiras de praia típicas na Alemanha

Estas simpáticas cadeirinhas estão em todas as praias da Alemanha. São as Strandkorb –  Cadeiras de praia de vime, bem típicas alemãs. 

 

Os alemães amam tanto as Strandkorb que muitos tem em seus jardins, terraços ou até mesmo em cafés em Berlim.  Ou seja, bem longe da praia. 

 

 

O modelo padrão das cadeiras, é mais ou menos o mesmo desde 1910.  Trata-se de uma cadeira de dois lugares com cerca de 160 centímetros de altura, 120 centímetros de largura, pesa de 70 a 80 quilos e é composto de quatro elementos básicos: O cavalete, que forma a base, as duas partes laterais que são aparafusadas ao cavalete, cada uma com alças de transporte na parte externa. A capota, como é chamada a parte traseira que se funde em um teto, é suspensa do cavalete na parte traseira em dois a três laços metálicos, assim permanece móvel e pode ser ajustada. As partes laterais e o capuz têm uma estrutura de madeira e vime. Hoje em dia, o vime é em 90% substituído por tiras de plástico.

As Strandkorb também estão presente nos restaurantes das praias
strandkorb
Muitas marcas usam as Strandkorb para publicidade

Como usar as Strandkorb

Ao chegar em uma praia da Alemanha, você vai encontrar filas de Strandkorb numeradas devidamente em ordem. 

Para ter direito a uma delas na praia, é preciso pagar antes e então você terá o número de sua cadeira. Em algumas praias elas são trancadas, neste caso lhes darão uma chave. Outras praias apenas um papel com o número.

Você pode pendurar nelas suas roupas molhadas, usar a pequena mesinha de apoio, guardar suas coisas nas gavetas que também servem para apoio dos pés. O encosto também é ajustável, como uma cadeira de praia normal. 

 

O custo é em torno de €8, com desconto se você paga por um tempo mais longo.

História

A fabricação das poltronas de vime com as costas erguidas tem sido transmitida no ofício europeu desde o final do século 16. As provas escritas das cadeiras cobertas podem ser encontradas em documentos de Hamburgo (1595), Lübeck (1611), Bremen (1648) e Colônia (1773).  As cadeiras serviram principalmente para proteger contra correntes de ar em salas e corredores grandes e frios. Seu uso é conhecido em burgueses e casas de fazenda na Holanda e Alemanha, e no século 18 também em castelos na Inglaterra, Escócia e Irlanda.

 

der gorßvater
Der Großvater - Johann Heinrich Wilhelm Tischbein

 

 

O quadro Der Großvater – O avô em uma cadeira de vime de Johann Heinrich Wilhelm Tischbein (1751-1829) de 1811 retrata, por exemplo uma poltrona de vime semi-encerrada cuja base é feita de madeira e cuja estrutura é tecida.

Representações de cadeiras cobertas também podem ser encontradas em alguns quadros dos pintores holandeses Willem van Herp (1614-1677) e Jacob Jordaens (1593-1678), por exemplo, nos corredores camponeses de Satyr e Traveller ou Satyr do Agricultor ou no quadro How the Old People Sang, o Jovem Chirp, que mostra a burguesia flamenga jantando e tocando música. Nessas cenas domésticas do século XVII, a maioria das mulheres mais velhas estão sentadas abrigadas nestas cadeiras.

Não se sabe se as cadeiras de vime eram usadas fora das casas antes de 1870; a literatura só se refere à grande semelhança com as cadeiras de praia que se tornaram populares nas estâncias balneárias alemãs e holandesas no final do século XIX.

Fenômeno alemão

As cadeiras de praia são consideradas um fenômeno alemão e uma parte integrante da cultura da praia por aqui. Na Holanda, onde até a virada do século 20 ainda existia este tipo de cadeira, foram substituídas por cadeiras de praia após a Segunda Guerra Mundial. Elas também raramente são encontrados nas costas inglesas, dinamarquesas ou polacas, em cujas praias prevalecem condições climáticas semelhantes as da Alemanha.  

Não há tradução da palavra Strandkorb em outros idiomas.  O nome alemão foi adotado em inglês e francês. As explicações para esta preferência nacional são buscadas no período romântico, cerca de cem anos antes da invenção dos móveis de lazer, mas nunca se sabe. Os alemães são realmente únicos em certos quesitos. 

Strandzelt in Westerland, Sylt, 1876 - autor desconhecido
Sylt, 2020

Literatura e arte

Artistas, atores e intelectuais tornaram público seu gosto pelas cadeiras de praia. Imagens do escritor que descansa ou lê neste mesmo mobiliário são mais conhecidas através de Thomas Mann, que gostava de trabalhar no que ele chamou de Sitzhäuschen.  Talvez seja pelo seu sangue brasileiro por parte de sua mãe. Mas dizem que ele desenvolveu grandes partes do romance Joseph e seus irmãos nos verões de 1930 a 1932 na praia do antigo balneário Prussiano Oriental Nida. 

Aqui na Alemanha as quatro estações são bem marcadas, por isso, fora do verão, dificilmente será possível sentar-se à beira mar e aproveitar a praia. A estação das cadeiras começa no final da primavera e antes mesmo de começar o outono elas já são recolhidas das praias. 

Confesso que dá uma sensação melancólica ao vê-las indo embora para suas garagens até o próximo verão. 

 

Gosta da cultura alemã? Leia mais sobre o que é típico alemão!

Você poderá também gostar das postagens

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

3 respostas

  1. Caramba Karla muito interessante estas cadeira totalmente diferente daqui do Brasil , bem organizada e confortável.
    Adorei a matéria vc está de parabéns.

  2. Caramba Karla muito interessante estas cadeira totalmente diferente daqui do Brasil , bem organizada e confortável.
    Adorei a matéria vc está de parabéns.👏🏼

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + vinte =

Recent posts

COMO VIAJAR DE FORMA SUSTENTÁVEL

Hi there! Join the nomadic soul tribe!

Subscribe to my newsletter and get exclusive sustainable travel tips!