Karla

karla nomade

Nomade

sustainable travel

7 formas de visitar a natureza e deixá-la intacta.

Estar em contato com a natureza é um estilo de vida. É também uma necessidade de muitos que vivem na cidade, dar uma escapada para recarregar e renovar as energias. 

Seja perto de casa ou viajando ao redor do mundo, antes de sair para o ar livre, tome muito cuidado quando estiver viajando para essa preciosidade que é a natureza, mantenha-a intacta. Deixe-a da mesma forma que a encontrou. 

1. Evite áreas lotadas

Muitos querem visitar certos destinos da moda e tirar as mesmas fotos que seus influenciadores, mas na real, uma das melhores coisas que podemos fazer pelo meio ambiente é dar uma pausa à natureza e evitar áreas com muito tráfego e destinos muito visitados.

Em vez de pisar em caminhos e parques já superlotados, procure terrenos menos percorridos que ainda não foram descobertos pelos caçadores de fotos que vão gerar muitos likes. Melhor ainda, planeje sua visita durante a estação fora de pico, onde você encontrará ainda menos viajantes nas trilhas.

2. Cuide do seu lixo

Embora possa parecer inofensivo jogar um resto de uma maça ou uma casca de banana no mato, se esse “resíduo orgânico” não for nativo da área, pode ser considerado uma espécie invasiva e, com o tempo, alterar a ecologia local.

Em algumas áreas, os resíduos orgânicos podem atrair a atenção dos animais, que podem se tornar dependentes da caça ao invés de fazer o que normalmente fazem, coletando seus próprios alimentos.

Por isso leve sempre uma sacola para recolher seu lixo.

3. Se mantenha nas trilhas

As caminhadas nos permitem experimentar a natureza em um nível mais pessoal, mas não tão pessoal ao ponto de você querer “trilhar seu próprio caminho”. Tenha em mente que as trilhas existem por uma razão e os viajantes responsáveis devem permanecer em trilhas designadas para evitar se perder ou danificar o ambiente ao seu redor. Se cada um seguisse seu próprio caminho, o local visitado se tornaria uma teia pisoteada de mini-trilhas.

Essa recomendação serve também para áreas de esqui

4. Não leve souvenirs da natureza

Ao explorar áreas naturais intocadas ou não, é muito importante jamais levar lembranças ou contaminar o meio ambiente com sementes estrangeiras. Isso vale também para a coleta de conchas nas praias. Em muitos países, é ilegal coletar plantas, flores, bagas, cogumelos, animais, partes de animais (como chifres), rochas, fósseis, madeira à deriva, sinais ou qualquer outro objeto natural ou histórico. Se você acredita ter encontrado algo significativo, deixe-o onde está e informe à autoridade mais próxima.

5. Não deixe resíduos humanos (seu cocô) na natureza

Tenha um plano de como você irá ao toilete se o local não tiver instalações. Jamais deixe papel higiênico, lenço de papel, ou qualquer coisa semelhante.  Também não deixe seus resíduos. 

Embalar seus resíduos e levar com você é a melhor opção, mas se você não tiver a embalagem apropriada, o melhor é cavar um ‘Cathole‘ de 15-20cm (6-8 polegadas) a pelo menos 60m (200 pés) de seu acampamento e qualquer trilha ou fonte de água. 

 

6. Escolha um operador turístico responsável

Se você for a algum lugar que precisa de operador de turismo, procure uma responsável, de propriedade local que pagam e tratam bem seus funcionários (por exemplo, limitando a quantidade de carregadores de peso que podem transportar) e que tenham diretrizes sólidas de sustentabilidade. Se as políticas de sustentabilidade de uma empresa não forem visíveis em seu website, peça exemplos de como elas estão reduzindo seu impacto sobre o meio ambiente.

Se excursões em grupo não são o seu forte, mas você ainda quer explorar com um especialista, contrate um guia local que conheça bem a área e possa levá-lo a rotas menos percorridas que sejam seguras para explorar.

7. Não mergulhe sem fazer um treinamento

Os impactos ambientais do turismo subaquático ocorrem quando barcos inadequados levam os mergulhadores até o local despejando óleo e diesel pelos motores no mar, mas também pelo comportamento
do mergulhador sem noção. Aqueles menos experientes causam os maiores
impactos, visto que não conseguem controlar sua flutuação, podendo
quebrar os corais com suas nadadeiras.

Por isso prepare-se bem antes de mergulhar, verifique as revisões dos operadores para ter certeza de que eles utilizam as melhores práticas para limitar o impacto de sua operação no meio ambiente, na vida selvagem e na paisagem subaquática.

Pergunte aos operadores se os locais de mergulho são acessíveis nadando a partir da praia para evitar a poluição da água com combustível para barcos. Uma vez no mergulho, usar protetor solar seguro para os recifes e evitar contato com o fundo e com corais sensíveis.

top dica

Quando possível, use o equipamento que você já possui ou compre em segunda mão. Se você precisar comprar novos equipamentos para uma viagem, invista em equipamentos bem feitos que durarão muito tempo.  

Posts relacioandos

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − um =

Recent posts

COMO VIAJAR DE FORMA SUSTENTÁVEL

Hi there! Join the nomadic soul tribe!

Subscribe to my newsletter and get exclusive sustainable travel tips!